Adesão ao Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa

De acordo com o previsto na lei, a Adega Cooperativa de Arruda dos Vinhos aderiu ao Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa, autorizado pela Portaria 155/90 de 23 de fevereiro e pelo Despacho 20/93 de 4 de maio, do Ministro da Justiça.

Com a adesão plena ao Tribunal de Arbitragem, a Adega de Arruda aceita a arbitragem como forma de resolução de conflitos de consumo originados em vendas de bens ou serviços.