Desde 1954

A qualidade dos nossos vinhos é uma tradição

Desde sempre Arruda dos Vinhos, cujo foral foi entregue em 1172 por D. Afonso Henriques à Ordem de Santiago, foi composta por extensos vinhedos no seu território, chegando a abastecer de vinho grande parte do país. Por isso o vinho sempre fez parte da história da terra, bem como a Adega de Arruda, a partir do momento em que foi criada, em meados do século XX.

A Adega foi constituída a 6 de Dezembro de 1954 por um conjunto de 25 agricultores do concelho de Arruda dos Vinhos, como forma de potenciar ainda mais as excelentes condições vitivinícolas existentes na região e com o objetivo de aumentar a rentabilidade económica dos associados através de uma maior escala de produção e da melhoria da qualidade dos vinhos produzidos.

Em 1957, após a construção da 1ª fase, a Adega de Arruda foi inaugurada oficialmente, e desde essa data, passou a ser o maior produtor engarrafador do concelho de Arruda, posição que se mantém até hoje.

O vinho “Arruda” passou a ser conhecido e apreciado em todo o mundo, tornando-se a Adega de Arruda um sinónimo de qualidade do vinho português. Os vinhos da Adega já conquistaram mais de três centenas de prémios, incluindo grandes concursos internacionais em Itália, França e na Bélgica.

Em 1993 Arruda dos Vinhos passou a ser uma região demarcada tendo, nessa altura, sido criadas algumas das marcas que hoje compõem a gama de vinhos da Adega. Destacam-se o vinho corrente (Vale Quente), os leves (Nautico), os regionais (Lote 44, Comenda de Santiago e Extra Madura), o Arruda DOC, e claro, o nosso ex-libris, o licoroso D. Elvira.

Desde a sua constituição, a Adega de Arruda passou por várias fases de ampliação das instalações, ocupando actualmente uma área de cerca de 25.000M2, com uma área coberta de cerca de 10.000M2.

Com uma capacidade de produção de cerca de 25 Milhões de litros de vinho, a Adega de Arruda é um dos maiores produtores de vinho da Região Vitivinícola de Lisboa, conjugando a tradição na produção de vinhos de altíssima qualidade com a inovação tecnológica e apresentação de novos produtos, bem como a mais recente aposta no Enoturismo como forma de aproximação das pessoas ao “saber fazer” da Adega de Arruda.