Servir um vinho, alguns conselhos práticos

  • Mostre sempre a garrafa aos seus convidados de modo a que todos possam ler o rótulo e ficar a conhecer o vinho que vão consumir.
  • Abra e, se for o caso, decante o vinho à frente dos seus convidados.
  • Sirva o vinho pelo lado direito em em pequenas quantidades. Nunca apoie o gargalo na borda do copo.
  • Escolha o copo adequado para o vinho que vai servir. Opte por copos leves, transparentes e de vidro pouco espesso. Não escolha copos muito trabalhados ou coloridos, pois assim não poderá avaliar a côr do vinho que vai beber. Use copos tipo “túlipa”, cálices mais largos para os vinhos tintos e ligeiramente mais pequenos para os brancos.
  • Ao provar, deve agarrar o copo pelo pé para que a mão não aqueça o vinho.

A temperatura

  • Cada tipo de vinho deve ser servido a uma temperatura específica, que se revela fundamental para apreciar as qualidades do vinho. Os vinhos velhos (com menos fruto) devem ser servidos a uma temperatura entre os 17º e os 18º, enquanto os jovens (com mais doçura de fruto) podem ser bebidos mais frescos. Existem vários tipos de termómetros indicados para colocar na garrafa ou no próprio vinho, medindo a temperatura no copo.
Temperaturas recomendadas:
  • Tintos encorpados, Portos e Vintage: entre os 16º e os 18º
  • Tintos medianamente encorpados: entre os 15º e os 16º
  • Tintos leves, Porto, Moscatel: entre os 14º e os 16º
  • Brancos estruturados, generosos, licorosos, Porto branco: entre os 10º e os 12º
  • Brancos frutados: entre os 8º e os 10º
  • Espumantes: 8º
Close-up of a thermometer submerged in red wine, showing temperature of the wine in Fahrenheit, isolated on white.